O webvideo a todo o gás

Se os sucessos mediáticos como Gangnam Style, no ano passado e Harlem Shake no início deste ano nos ensinaram alguma coisa, foi que o alcance e a eficácia de um vídeo não conhecem limites. E, de acordo com os dados da comScore, a tendência é que o vídeo ganhe um destaque ainda maior no futuro.

Vídeo onlineNo passado mês de fevereiro, mais de 33 biliões de vídeos foram vistos por 178 milhões de norte-americanos, o que representa aproximadamente 83,3% dos internautas dos Estados Unidos.

Os sites da Google, alojando sobretudo conteúdo do Youtube, foram responsáveis pela maior fatia do bolo com 11,3 biliões de vídeos. Menção honrosa para o Facebook que atingiu o número máximo da sua história com 558 milhões.

Mas o nosso destaque vai para os 9,9 biliões de vídeos publicitários visualizados neste período, que representam 23% do número total e 2% do tempo total de visualização de vídeos online.

Assine a newsletter B2B da HamletE você, o vídeo está entre os recursos que utiliza no seu negócio? Deixe o seu comentário para ficarmos a saber.

Fonte: MarketingProfs

Rui Lourenço
Gestor de projectos da Hamlet

CATEGORIAS:
Comunicação de marketing, content marketing, Marketing Digital, Marketing viral, Vídeo