O site da sua empresa tem em conta estes 12 pontos?

Se vai criar ou renovar um site convém investir tempo a pensar no que vai fazer. Na Hamlet já fizemos essa reflexão prévia tantas vezes que até desenvolvemos um processo próprio para a orientar. Veja aqui os 12 pontos que seguimos sempre que temos de trabalhar um site e use-os para alcançar os resultados que pretende.

Por Jayme Kopke

 

Volta e meia nós aqui na Hamlet recebemos um cliente com este pedido muito simples: preciso de um site.

Quando procuramos saber um pouco mais (do género: que tipo de site? para quê exatamente? para comunicar com quem? gerar que tipo de resultado? etc.) já sabemos que é preciso fazê-lo com algum cuidado – senão o cliente ainda se chateia connosco.

Um site é um site, certo? Todas as empresas têm um, toda a gente sabe como eles são. Quase sempre têm o “Quem somos”, o “Onde estamos”, o “Projetos”, o “Contactos”. Ou algo muito parecido.

É mesmo preciso fazer tantas perguntas? Não dá para fazer o site e pronto?

Não, não dá. Como qualquer suporte de comunicação, um site só gera os resultados que esperamos dele se antes de pôr as mãos à obra investirmos algum tempo a pensar no que vamos fazer.

Na Hamlet já fizemos essa reflexão prévia tantas vezes – até mesmo, recentemente, na renovação do nosso próprio site (conheça-o aqui) – que até desenvolvemos um processo próprio para a orientar.

São 12 pontos que sempre temos em conta em qualquer projeto de criação ou renovação de um site. E que agora condensámos num pequeno guia, chamado, precisamente, “Como Fazer um Bom Website para a sua Empresa”.

Descarregue-o  aqui. Da próxima vez que tiver que criar ou reformular o site da sua empresa, tenho a certeza de que lhe será útil.

 

 

Jayme Kopke

CATEGORIAS:
Business to business, e-mail marketing