Jayme Kopke

Jayme Kopke foi redator e diretor criativo de várias agências de publicidade: FCB, Leo Burnett, Strat, BMZ-Park e Wunderman, empresa do grupo Young & Rubicam e na altura a maior agência portuguesa de marketing direto.

Nessas funções, trabalhou tanto marcas de grande consumo (Super Bock, Sogrape, Kellogg’s, Longa Vida, Unilever, Fiat…) como voltadas para o mercado empresarial e profissional (em projetos para a Galp, Ford, Oni, Microsoft, entre outras).

Foi premiado em festivais publicitários como o do Clube de Criativos de Portugal, o Melhor em Marketing Relacional (CTT/APAP) e o International Automotive Advertising Awards. Foi jurado em concursos como o do Clube de Criativos de Portugal, Eurobest e Festival de Cannes.

Publicou artigos no Diário Económico, no Público, nas revistas Valor, Marketing e Publicidade, Meios e Publicidade e Marketeer. Colaborou no blog Sangue, suor e ideias, sobre temas de marketing e comunicação. Publica regularmente artigos sobre comunicação de marketing em hamletb2b.com – o B2Blog da Hamlet.
Entre 2004 e 2007 ministrou cursos de publicidade e marketing relacional na Restart. Faz parte do corpo docente do Executive Master em Marketing Digital da Universidade Europeia, ministrando o módulo “Digital Branding”. É também formador da Academia APAN – da Associação Portuguesa de Anunciantes, tendo ministrado cursos sobre “Como Avaliar propostas Criativas”, “O Essencial sobre Trade Marketing” e “Como Tirar Mais partido da sua Agência”.

Em 2007 fundou a Hamlet – empresa de comunicação especializada no mercado business-to-business, ou seja, na comunicação com decisores empresariais e públicos profissionais.