Novidades na Academia

Briefing – 04-02-2014

 

crash course “Como tirar mais partido da sua agência”

Fotografia do crash course “Como tirar mais partido da sua agência” dado por Jayme Kopke na Academia APAN.

“A Academia APAN apresentou hoje, em Lisboa, as suas novas propostas na área da formação com “mais áreas de conhecimento, novos temas e mais formadores”. O crescimento é a palavra-chave para 2014.

As novas linhas estratégicas foram apresentadas na Culturgest numa sessão que contou com a participação de Augusto Mateus, numa antevisão de um novo ciclo económico para 2014. Na sua intervenção, apresentou novas ideias que podem impactar o crescimento das empresas, nomeadamente através do investimento na formação.

É neste contexto que a Academia APAN se apresentou como uma solução concebida para o mundo real em que as empresas hoje operam, tendo como pressuposto que tudo está a mudar a uma velocidade como nunca antes aconteceu.

A Academia criou novos formatos para as suas ações de formação que permitem desenvolver competências-chave que os profissionais de marketing e comunicação necessitam para conseguir uma vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes.

“Depois de terem passado pela Academia APAN quase 300 profissionais, que avaliaram as nossas ações de formação com Excelente e Muito Bom (84%) e Bom (16%), acreditamos que estamos em condições de avançar para uma fase mais ambiciosa da Academia que nos permita chegar alargar a nossa oferta e as nossas propostas de valor. Temos inclusivamente a possibilidade de ajustar a nossa oferta às necessidades específicas de cada empresa, envolvendo mais do que um formador, o que, nos dias que correm pode marcar a diferença”, refere Manuela Botelho, secretária-geral da APAN.

João Paixão, o novo coordenador pedagógico da Academia APAN, revelou também que a Academia vai, este ano, alargar o leque de temas explorados e reforçar o nível de exigência nos conteúdos, justificando assim o maior número de formadores envolvidos. “O objetivo é conseguir abranger o máximo de competências, abordando as chamadas hard skills – relacionadas com marketing management até à disciplina específica de publicidade, e que conduzem ao trabalho sobre o comportamento dos consumidores/shoppers –, mas também as soft skills, ligadas às competências pessoais e relacionais dos formandos, não só do ponto de vista individual mas também coletivo”, afirma.

Segundo Manuela Botelho, “este trabalho tem sido fruto de uma auscultação constante dos formandos, o que nos tem também permitido evoluir num sentido muito positivo e de crescente adesão às formações. Há, para além disso, uma preocupação em garantir o maior rigor e qualidade das ações, e também em diversificar ao máximo não só os conteúdos, mas também os formadores. É uma aposta contínua na relevância.”

A Academia APAN é a única iniciativa desta natureza promovida por uma associação do setor da comunicação em Portugal, e aberta a todos os profissionais.”

Jayme Kopke, diretor-geral da Hamlet
Fonte: Briefing